Pombalense é candidato à presidência do PT-BA, apoiado por Jaques Wagner

O Pombalense Éden Valadares é um dos nomes cotados para presidir o Diretório Estadual do Partido dos Trabalhadores, na Bahia. Atualmente Éden é assessor especial de Jaques Wagner, e tem o senador como o principal padrinho no referido pleito. De acordo com Wagner “é preciso que aconteça, dentro um partido, um rejuvenescimento das lideranças”. Tese que também foi defendida pelo futuro líder do governo na Assembleia Legislativa da Bahia (AL-BA), Rosemberg Pinto (PT).

Há dez anos como assessor de Jaques Wagner, o pombalense não só coordenou a campanha do petista ao senado, como também foi chefe de gabinete da presidência da República, secretário de Juventude do PT-BA, além de pertencer a mesma corrente interna do PT que Wagner, a Construindo um Novo Brasil (CNB).

Embora a notícia tenha repercutido em todo o Estado, Éden foi cauteloso ao se pronunciar sobre o caso. “Não há candidatura, há uma tese, que é de necessidade de renovar o PT. Wagner é um entusiasta e principal defensor dessa tese. E pela minha relação com ele, alguém pode concluir pelo 2 e2. Quem não gostaria de ter o apoio do senador eleito? Muito me honraria. Mas é cedo. O que temos hoje é uma ideia, uma proposta, uma tese, e não uma candidatura”, afirmou o pombalense.

 

 

Deixar uma resposta