Temer Diz que deixa a Presidência com “a consciência absolutamente tranquila”, após ter produzido “muito” pelo Brasil

 

220px-Michel_Temer_(foto_oficial)

O presidente Michel Temer (MDB) declarou, nesta sexta-feira (21), que deixará o governo com “a consciência absolutamente tranquila” por ter produzido “muito” pelo Brasil. A afirmação ocorreu durante um evento em Foz do Iguaçu (PR) com o presidente do Paraguai, Mario Abdo.

“Eu saio, como alguém disse aqui ou lá enquanto conversávamos, com a consciência absolutamente tranquila, calma, leve, com um sentimento de que produzimos muito pelos nossos países”, disse Temer. No dia anterior, ele chegou a dizer, durante uma cerimônia com servidores da Presidência, que leva uma “mágoa” do governo por ter sofrido ataques da natureza moral.

Temer foi denunciado três vezes, em apenas dois anos e sete meses como presidente, pela Procuradoria Geral da República (PGR) ao Supremo Tribunal Federal (STF) por crimes como organização criminosa, corrupção, lavagem de dinheiro e obstrução de Justiça. A acusação mais recente aconteceu esta semana e foi apresentada pela procuradora-geral, Raquel Dodge, por suspeitas de irregularidades na edição do “decreto dos portos”.

O presidente sempre negou ter cometido irregularidades e disse que não tem preocupações com processos judiciais. Na avaliação dele, “tentaram desgraçar” a sua vida desde que assumiu a Presidência.

Deixar uma resposta